Frete Grátis em compras acima de R$299,00
Frete grátis nas compras acima de R$ 299,00
0

SEJA BEM-VINDO A FIRMA PEDRO ITI

SEJA BEM-VINDO A FIRMA PEDRO ITI

Pedro Iti foi um cara que vimos pela primeira vez em vídeo no IDEAIS lançado em 2006 com uma parte bem legal filmada em Campão pelo Leo Coutinho videomaker de muito respeito e que foi um vídeo marcante na época e ficou na história.

Sempre acompanhamos de perto os projetos e participações de Pedro Iti tanto nos vídeos quanto nos eventos e sempre notamos um diferencial nele tanto no estilo quanto na pessoa que ele se demonstrava como Pai de família e skatista.

Ano passado conversamos pela primeira vez via direct onde ele estava procurando umas calças mais largas e com caimento mais curto do que as comuns e adquiriu a primeira, essa primeira até hoje ele usa e muito é tipo uma segunda pele dele (risos). Depois de umas semanas enviamos outras para ele usar e assim foi indo, uma conexão natural. Desde o início ele sempre teve tudo haver com a marca e este ano já tinhamos em mente alguns skatistas PRO e AMADORES que entrariam para a marca e Iti foi um deles, confira uma breve entrevista com ele sobre essa nossa parceria.

 

Você começou a andar de skate em 1998 e em 2015 se profissionalizou pela @remaboardhouse, você foi um dos únicos ai de Campão a se tornar um skatista profissional? Qual momento certo você acha que um skatista deve passar para PRO e quais planos a molecada precisa seguir para se tornar um PRO? 

Isso, os primeiros flips foram em 1998 mas imergi no universo skateboard mesmo em 2000, quando fiz os primeiros camaradas de sessão e em 2015 me profissionalizei pela Rema e Diet na época. O momento certo para passar pra pro é subjetivo, cada skatista tem sua caminhada mas eu acho que é no momento que a pessoa tem a oportunidade e se sente confiante, depois é correr atrás haha pra quem está na intenção de ser skatista profissional é importante despertar, entender que o skate vai além das manobras e perpetuar no corre, uma hora chega.

 

Somos fãs de todos as pessoas que fazem acontecer no skate em suas determinadas regiões, que teem força de vontade e que movimentam a cena de alguma maneira e vemos você e a @remaboardhouse a anos na luta trampando e fazendo o corre certo no skate. Você acha que no Brasil ainda faltam muitas Skateshops que atuam neste sentido?  

É o faça você mesmo né, desde pivetinho construindo caixotes, rampas e caninhos pra andar, a skate shop segue o mesmo princípio, gratidão em fazer parte de tudo isso aqui nas áreas. No Braza existem várias skate shops que me identifico, que fazem o corre pra cena loca, global e que alimentam a cena Cultural do skate, não sinto que faltem lojas mas talvez falta uma organização entre elas para potencializar essa força, poderia ser uma boa.

 

Quais foram as suas inspirações durante todos estes anos, em quem você sempre se espelhou ou se influenciou durante estes mais de 20 anos de skate e quem se inspira até hoje?

Minha inspiração vem do skate brasileiro, definitivamente, James Bambam, Carolino, Gordo, Pinguin, Tarobinha, Profeta, Hiena...vishhh são muitos haha os caras das revistas né, dos vídeos no inicio dos anos 2000, aqui em Campão também tem diversos skatistas que me inspiraram... hoje em dia me inspiro em todo mundo que ama andar de skate e principalmente nas pessoas que trabalham pelo coletivo, pela cena, não por sí só.

 

Como é ser um pai de família e conseguir conciliar o Skate com a família? Seu filho já esta andando pelo que temos visto isso é muito legal, nossos filhos seguem o que somos diz a respeito?

haha ser Pai é a vida né, a gente aprende no dia a dia. Conciliar skate com a minha família é tranquilo, minha esposa e meu muleque andam também, então qualquer passeio já estamos na pista ou em algum pico. O Cauã me mostra que educar é na verdade re-educar, pois a gente se re-educa para dar exemplo a eles, eles absorvem tudo que fazemos, então seguir o caminho é consequência mas acho que nós pais temos que estar atentos para ajuda-los a encontrar a aptidão deles e se desenvolverem...se for skate, ta massa! haha

 

O skate vive em uma nova fase, vamos falar das boas até porque as ruins todo mundo ja esta calejado de saber, uma fase em que se você não se atualizar você esta fora, Sabemos que você trabalha muito bem as mídias sociais e ao mesmo tempo sabe guardar uma boa manobra ou pico bom para uma vídeo parte. Isso é raro nos dias de hoje onde a internet e a facilidade tomou conta, aquela enxurrada de manobra e torrada nas mídias sociais faz algo difícil parecer fácil. Por isso uma vídeo parte sempre é bem vinda, sempre aquilo que da trabalho de produzir tem mais valor, o que você pensa sobre tudo isso? 

A vida é uma constante transformação né, sempre bom estar atento. Sinto que o ser humano ainda está no processo de dominar a internet e a enchurrada de informação que ela proporciona, somos seres individuais, onde precisamos escutar nossa voz de dentro para expressa-la pra fora, no entanto o mundo faz o contrário, eles nos bombardeiam de informações externas e reprimem a voz interna, o que causa muitas doenças né, infelizmente. Quando a gente está em sintonia com a voz interna as coisas ficam mais claras e conseguimos expressar melhor o nosso sentimento, acho isso muito importante, pois é pelo sentimento que expressamos que outras pessoas se identificam, isso é arte.

Filmar uma Vídeo parte é legal pois leva mais tempo, envolve mais pessoas, engrossa o caldo haha então com certeza tem mais valor...mas ainda assim, tem partes e partes, algumas parece que é só um robo mandando manobra, outras da aquela estiga de sair pra andar de skate. Skate é loko haha

 

O que espera de mudança no mercado do Skate em 10 anos para melhor? 

Espero maturidade, compreensão e respeito, tem tudo para todos, basta a gente se respeitar e entender o que realmente queremos, olhar para o próximo como alguém que venha para fortalecer, correr junto, não como um inimigo ou alguém que esteja disputando uma fatia de um bolo.

 

Você já anda a mais de 20 anos de skate e continua andando como um jovem de 16 anos (risos) manobras perfeitas, muita técnica e acertos suaves, o que você faz para manter alma e corpo leves, tem haver com alimentação ou algum tipo de preparo físico? 

O corpo também é uma arte haha, com certeza, alimentação é fundamental, exercícios e disciplina. Vejo o corpo como um solo onde cresce uma planta, para a planta crescer com saúde precisamos adubar o solo com os nutrientes necessários, o corpo é o solo onde cultivamos nosso espírito, ou energia Vital, então precisamos tratar bem dele para que essa energia flua harmonicamente...assim refletindo em nossas vidas.

 

Quais lugares você já andou e que tem vontade de andar e nunca mais foi? Uma viagem marcante com o Skate? E diz ai 3 lugares que sonha um dia andar e conhecer?

IAPI, Praça XV e Valão, to com saudades haha, uma viagem marcante foi quando passei pra Pro e filmamos a v[ideo parte Iti agora é Pro, fui pro RJ, GYN, BSB, SP, várias cidades, tudo de carro haha, eu e o MArcelo, foi bem louco.

Quero conhecer Salvador, os países vizinhos e a Europa haha, acaba não mundão!

 

Que projetos esta participando atualmente e quando pretende lança-los?

O principal projeto e cuidar do corpo, ouvi-lo, entende-lo e trata-lo, skate machuca né hehe estamos filmando para um full lenght da Rema e também to com uma ideia na cabeça aí...vamos ver no que da.

 

Sobre a marca TUPODE o que você notou de diferente e o que mais te chamou a atenção para querer fazer parte, e o que você espera realizar conosco?

Me identifiquei muito com a essência skateboard da Tupode, por sermos da mesma geração também, admiro muito a dedicação e comprometimento do Cleverson com a marca, isso me faz motiva muito a crescer e me desenvolver pessoalmente para estar sempre ao lado de pessoas que me inspiram. Sem falar no material né, tudo de ótima qualidade e  muito bom gosto...agora ninguém mais segura a gente haha 

Gratidão irmãos! 

Última vídeo parte filmada para a Improve skate

Vídeo LOTUS https://www.youtube.com/watch?v=691IwHDXt6s

 


Comentários
Loading...
Aguarde...
O produto foi adicionado a sacola.